acsm

Amo a minha Petrópolis

Textos


Arnaldo Rippel

PETRÓPOLIS


Terra Crua, Virgem Nua
Caminho das Minas, das Brancas Pedras
Incrustada no Alto da Serra
Precioso e verdejante tesouro...

Lá vem Pedro, o Primeiro
Tratar as Doenças da Corte
Padre Corrêa atende
Porto Seguro Imperial...

Navios aportam....Povo ALEMÃO
Mão de Obra primeira, Palácio Encantado
E o Colono Valente sonha
Com um distante Paraíso dourado...

Loiras Catarinas, graves Henriques
Brasileiros patriotas
Desenham teu futuro
Em suas estreitas ruas...

Pedro Vai, Pedro vem
Sua terra cresce, floresce
E Isabel germina em seus seio
Grilhões de partem flutuando no espaço
E o Negro liberto enfeita teu ser....

Pedro Vai, o Império também
Verão Temporada de Luxo....
E vai o tempo e vai a vida
E vão Taunay e Oswaldo Cruz
Santos Dumont, Rui Barbosa, Getúlio
E vai o tempo e vai a vida...

E VAI Verão e chega o frio
E o ruço cobre teu corpo cidade mulher
Cidade Raul de Leoni, poeta maior
Cidade tão bela, conheço de cor...

Petrópolis harmonia perfeita
Que mostra ao Mundo o que é BEM VIVER
Entre histórias e mitos, entre tantos benditos
É a minha Cidade
Onde quero morrer...

Arnaldo Rippel
Enviado por acsm em 28/02/2021
Copyright © 2021. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras